Sobre a FPIX

RELATÓRIO SOBRE A ATIVIDADE DIRIGENTE DO XADREZ NO PIAUÍ

                             O jogo de xadrez no Piauí, até 1972, era pouquíssimo conhecido e contava  com um reduzido números de enxadristas. No entanto, essas poucas pessoas que praticavam esse esporte o faziam em suas próprias residências e, raramente, em ambiente públicos.

                       A partir daquela época, o Capitão Holanda e o Coronel Eider Mendes (ambos do Exército) passaram a utilizar o Círculo Militar de Teresina como um local para reunir os poucos enxadristas dispersos de Teresina. Naquele clube, alguns pequenos torneios foram realizados, os quais contribuíram para divulgar e formar os primeiros enxadristas nativos, ou seja, os primeiros piauienses que não precisaram sair do Piauí (a trabalho ou a estudo) para aprender a jogar xadrez.

                               Infelizmente, com morte do capitão Holanda e a transferência do Coronel Eider para outro Estado, o Clube desativou  seu departamento de xadrez, acabando, assim,  o único ponto de encontro de nossos enxadristas.

                               Em 1978, tendo a frente o Sr. João Batista Carneiro, em cuja residência se reuniam  vários enxadristas, foi criado o Clube Teresinense de Xadrez, sendo aquele enxadrista eleito o seu primeiro presidente. Alugou-se, então,  uma sala no Edifício Tomaz Tajra. Naquela época  muito torneios foram organizados, oportunidade em que foi realizada a primeira competição simultânea no Piauí que teve como convidado o MI Alexandru Segal. O CTX  prestou ajuda técnica a algumas instituições oficiais, como o Departamento de Esporte da Secretaria de Educação do Estado do Piauí, que anualmente recorria ao CTX para realizar  torneios seletivos a fim levar nossos estudantes para participar dos Jogos Estudantis (JEBs), como também o seletivo dos Jogos Universitários (JUBs). Através do intercâmbio oferecido pelo JEBs e pelo JUBs aos nossos jovens enxadristas, o CTX se realimentava tecnicamente toda vez que aqueles rapazes retornavam ao nosso Estado. Durante alguns anos, após sair do Edifício Tomaz Tajra,  passou a funcionar numa sala do Jockey Club de Teresina, durante alguns anos.

                               Com o Clube criado e organizado, pensava-se em fundar a Federação Piauiense de Xadrez. No entanto, o distanciamento e a dificuldade de informação, característicos daquela época, dificultaram o sonho de nossos enxadristas.

                               Em 1987, o CTX foi obrigado a mudar de localização, fixando-se na rua Barroso, no centro da cidade, a fim de permitir maior acessos aos enxadristas de todos os bairros da cidade. Neste novo local, o CTX apresentou dificuldades financeiras para pagar o aluguel da sala, vindo a ficar com suas portas fechadas em 1988. No ano de 1989, tendo a frente o enxadrista Werton Alvarenga Bastos, o CTX foi reativado e realizou alguns torneios entre eles:

  • Torneio 7 de setembro (no Verdão)  – 1989
  • I Torneio do bairro Acarape – 1989 (40 enxadristas)
  • II Torneio Aberto da Caixa Econômica Federal do Piauí  – 1991 (40 enxadristas)

                               No final de 1992, o CTX mudou-se para a uma casa em frente à sede do SINTUFPI (UFPI), desta vez uma espaço cedido pelo colega enxadrista Luís Carlos Sales, localizada na Rua Petrônio Portela, 544. Deste novo local, o CTX continua a prestar serviços para algumas instituições como AABB e o Clube dos Economiários.

                               Em seu novo ponto de encontro, os enxadristas reestruturam o Clube, e de 1992 até 1993 o CTX promoveu os seguintes torneios:

  • Torneio AABB de xadrez – 1992
  • I Torneio Aberto do Clube de Engenharia do Piauí – 1992 (40 enxadristas)
  • II Torneio do bairro Acarape – 1992 (70 enxadristas)
  • I Campeonato Teresinense de Xadrez – 1992 (120 enxadristas)
  • I Torneio Aberto de Xadrez de Teresina – 1993 (44 enxadristas)

                               Nesta nova sede, o CTX criou uma escolinha de xadrez a fim de estimular a prática deste esporte entre as crianças. Passou a buscar intercâmbio com outros Estados da Federação, dentre eles o Ceará e o Rio Grande do Norte. Em maio de 1993, envia quatro enxadristas para uma competição no Náutico Atlético Cearense na cidade de Fortaleza, e em junho do mesmo ano manda um representante para Natal-Rn disputar um torneio (competições oficiais da CBX). Estas duas competições representam um marco no xadrez piauiense,  haja vista que através delas, a idéia se fundar nossa Federação ganhou mais força.

                               Em julho de 1993, o CTX enviou 9 enxadristas para a cidade de Tianguá-CE para participar de um torneio ativo-chess com os enxadristas cearenses, e em agosto do mesmo ano promoveu uma simultânea com o MI Alexandru Segal.

                               No Piauí, a prática do xadrez nos clubes sociais não era usual. Como o CTX possui enxadristas que são associados também, a estas entidades, a diretoria procurou contactar tais clubes a fim de incentivar a prática deste esporte naqueles clubes, e assim criar seus departamentos de xadrez. Esse trabalho tem surtido efeito e, em 1994, o CTX conseguiu reunir mais quatro clubes para trabalharem na fundação da Federação Piauiense de Xadrez – FPIX. Formaram uma Comissão para trabalhar na elaboração de uma minuta de estatuto e na divulgação do evento de fundação da Federação Piauiense de Xadrez. Como forma de motivar e divulgar a assembleia de fundação da federação,  a referida comissão programou  para o dia 27/02/94 a realização de uma simultânea no Rio Poty Hotel com GMI Jaime Sunyé.  O evento teve ampla divulgação na imprensa, sendo anunciado em rádios, jornais e televisão que a assembleia de fundação da Federação Piauiense de Xadrez aconteceria às 16:00 horas no mesmo local e naquele mesmo dia, horas antes da simultânea.

                               A solenidade de fundação da FPIX contou com cinco clubes (os únicos que demonstraram interesse em se filiar à FPIX). Os clubes reunidos em assembleia geral aprovaram o estatuto da Federação Piauiense de Xadrez, oportunidade em que  elegeram, para presidente da entidade, o médico José Gomes da Silva. O primeiro presidente de nossa Federação é um daqueles enxadristas oriundos do Círculo Militar de Teresina referido no inicio desta exposição, o qual levou 21 anos para encontrar condições objetivas para fundar nossa Federação, e assim realizar um sonho de muitos colegas, alguns já falecidos.

                               A Comissão que organizou a FPIX atuava em várias frentes ao mesmo tempo, enquanto participava da organização da simultânea com Sunyé, preparava seis jogadores para participar do Zonal em Fortaleza. Lá conseguimos classificação para dois enxadristas para as semifinais do Campeonato Brasileiro de Xadrez/94.

                               Naquele mesmo ano (1994), a Federação Piauiense de Xadrez, implantada juridicamente, passou a trabalhar em conjunto com os clubes a fim de elaborar um calendário para o ano em curso. Atuou na coordenação e divulgação do I TORNEIO INTEGRAÇÃO DE XADREZ: ADUFPI/COMUNIDADE, patrocinado pela  Associação dos Docentes da Universidade Federal do Piauí, que ofereceu US$ 600,00 em prêmios. Para o referido torneio, estava prevista a participação de vários enxadristas cearenses e de alguns enxadristas do Rio Grande do Norte.

                               A partir do registro definitivo da FPIX, foi realizado o primeiro Campeonato Piauiense de Xadrez e, em seguida buscou ampliar o intercâmbio com enxadristas de outros Estados, a fim de elevar o nível técnico de nossos enxadristas.

Obs. Texto redigido em 1994, por Luís Carlos Sales, o qual fez pequenas alterações ao texto anos depois.

FEDERAÇÃO PIAUIENSE DE XADREZ

Av. Dom Severino, 1480 // CGC 86.989.290 / 0001 – 63

13 ideias sobre “Sobre a FPIX

    • O Clube Teresinense de Xadrez – CTX fica localizado no endereço: Av. Dom Severino, 1480, 2º andar – Teresina-PI em frente ao Coco Bambu e X com a Decorarte.

      O CTX abre aos sábados apartir das 15:30 hr, e vamos agradecer a presença de voces.

      Alan Kardeck!

    • Olá, é bom vc comparecer ao Clube Teresinense de Xadrez aos sábados a partir das 15:30 hr e falar com o Sérgio Mendes. Endereço Av. Dom Severino, 1480 Ed. 2° Andar que fica em frente ao Coco Bambu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *